Eu quis voltar



Eu te troquei por pouco mais que uma migalha, eu te deixei por pouco mais que um caminho fácil. Eu quis seguir por uma porta um pouco maior, eu quis ir em frente por uma medalha, um reconhecimento e nada mais. 
Eu quis ser aceita e quis me encaixar. Quis ser deste mundo e não notei que para isso te deixaria para trás. 
Troquei meu passaporte, desfiz as malas da esperança, abandonei meu lar, a única certeza que a vida quis me dar. 
Me perdi de ti, me perdi de mim. 
Eu quis ser forte, mas a minha força não vem de mim. Eu quis encontrar a paz, mas não há paz longe do amor. Eu quis me encontrar, mas não vale a pena poder escolher se ele já me planejou desde o princípio. 
Eu quis voltar, abrir a porta estreita, andar pelo caminho deserto, ter alimento pra minha alma, quis ter a paz e abraçar a esperança, voltar atrás e deixar o passado onde ele deve ficar. 
Por mim ele abriu mão do que era precioso, desejou me ter de volta dia após dia, sem tempo, ele saltou por entre os dias ansioso em me ver retornar a jornada, a aliança e cessar a distância entre nós. 
De braços bem abertos, me acolheu, me recebeu, me trouxe a vida e as certezas quem ela traz, trouxe consigo um punhado de amor, curou minhas feridas, estancou a dor. Que embora tenham sido escolhas minhas, ele é maravilhoso em perdoar. 
Me perdi de mim, mas me encontrei em ti! 

1 idéias novas!:

Anônimo disse...
21 de julho de 2017 22:59

Jaburu

Volver al inicio Volver arriba Incansável Sentinela. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.